Pular para a barra de ferramentas

Volume facial e envelhecimento

Volume facial e envelhecimento

Volume facial: quando a perda de gordura se torna um problema

Uma das camadas mais importantes que nós temos na face é a camada gordurosa, o que a gente chama de coxins gordurosos da face.

O que a gente observa nessa região é que com o passar do tempo essa gordura muitas vezes acaba por ser absorvida parcial ou totalmente. No caso de um maratonista, por exemplo, pode ser absorvida totalmente porque ele tem um consumo muito grande, então são pessoas que envelhecem muito mais facilmente do que outras.

Agora, o que a gente mais encontra nessa região são as perdas parciais, mas elas também são muito importantes. Além de gradativas elas vão piorando com o tempo, à medida que o tempo vai passando elas tem um efeito cumulativo que vai acentuando os problemas.

 

E quais são os problemas que a gente mais encontra relacionados a essa camada gordurosa?

 

Principalmente o aparecimento de vincos, de áreas de depressões ou concavidades que nós temos na face.

Começando do terço superior para o inferior, a gente observa que perde uma gordurinha que a gente tem logo em baixo da cauda da sobrancelha e muitas vezes ela faz com que essa região tenha uma queda muito mais acentuada.

Outra área importante também é a gordura que nós temos na lateral dos olhos, nessa região chamada temporal. Quando a gente envelhece, principalmente as mulheres, elas têm uma concavidade muito acentuada nessa região, que traz uma esqueletização dessa face. Essa região envelhece tremendamente a mulher quando ela possui essa concavidade acentuada.

Além disso, a maçã do rosto, que é uma das regiões mais joviais da face, uma das áreas que primeiramente nós temos que tratar, ela perde a gordura, que começa a descer para a parte mais inferior. E o que acontece é uma inversão, a pessoa começa a ter um rosto com mais depósito de gordura na região inferior do que na maçã do rosto. Essa depressão na área da maçã, que é a área que a gente mais precisa jovializar, quando a pessoa perde ela envelhece tremendamente, tanto homens quanto mulheres. No homem, que já possui o osso dessa região muito mais horizontalizado, à medida que a gordura vai sendo absorvida a tendência é que essa parte fique mais encovada.

Esses são sinais de envelhecimento e que são perfeitamente evitáveis quando a gente vai tratar essa pessoa. Além disso a gente vê o aparecimento de vincos nessa região chamada nasolabial e na parte mais inferior, que dá aquele aspecto de marionete exatamente por uma queda maior da face nessa região.

E um dos sinais de envelhecimento muito frequentes e que todo profissional que trabalha com estética tem sempre que lembrar é a definição do ângulo da mandíbula. A mandíbula tem que ficar muito bem definida, porque à medida que a gente vai envelhecendo essa face vai ficando mais retificada justamente pela queda que existe desse compartimento de gordura da face e essa mandíbula não fica muito bem definida.

Sua pele merece toda atenção e cuidado. Clique aqui e saiba como fazer isso corretamente.
Existem recursos para tudo isso!

 

O ácido hialurônico é um produto que o nosso próprio organismo tem. Uma de suas propriedades é puxar a água onde ele é colocado e à medida que ele puxa a água aumenta o volume da região. Esse ácido hialurônico está presente nos principais preenchedores que nós temos no mercado, que podem ser utilizados tanto na região frontal, quanto na temporal, na maçã do rosto, no tratamento dos vincos, na definição do ângulo da mandíbula.

Para cada um desses tratamentos existe um tipo específico de ácido hialurônico, que todos os profissionais da área de estética bem informados, principalmente os cirurgiões plásticos e os dermatologistas, têm perfeitas condições de poder propiciar e oferecer o melhor tratamento para cada pessoa.

Então procure o seu médico, veja exatamente qual a maior área de perda que você tem (normalmente uma das primeiras é a região da maçã do rosto) e faça com seu médico o tratamento ideal, sempre utilizando produtos confiáveis registrados na Anvisa e que sejam produtos provisórios. Os produtos mais permanentes podem trazer problemas futuros. O ácido hialurônico atualmente é o preenchedor de eleição que nós temos exatamente para isso.

Give a comment